Untitled Document Bom dia, seja bem vindo! - Terça-feira,   -  
 
Dicas de Saúde / Psicologia
 
SUA SAÚDE - TIREÓIDE
Visualizações : 1185
Problemas com a glândula tireóide engordam ou causam depressão?

Tenho duas filhas que apresentam estes tipos de distúrbios.

Os distúrbios da glândula tireóide, de maneira simplificada, podem envolver aumento da produção hormonal (hipertireoidismo) ou sua redução (hipotireoidismo).

O hipertireoidismo, na grande maioria das vezes, deve-se a um grande e contínuo estímulo à produção hormonal pelo sistema imune do paciente. É mais frequente em mulheres entre os 20 e 40 anos de idade. Agitação, nervosismo, sudorese excessiva, palpitações e emagrecimento são alguns dos sintomas.

O hipotireoidismo, por sua vez, é relativamente comum na população, em especial entre mulheres e pessoas com idade avançada.

A interferência do sistema imunológico sobre a glândula também representa a principal causa do problema entre os adultos.

O fator genético aumenta o risco de desenvolvimento do quadro: familiares de indivíduos acometidos têm maiores chances de apresentar a doença.

Pele seca e descamativa, queda de cabelos, sonolência, fraqueza e inchaço são as principais manifestações. Depressão e ganho de peso discreto também podem ocorrer. No entanto, grandes variações de peso merecem investigação à parte.

Caso haja suspeita, deve-se passar por avaliação com o endocrinologista para investigação adequada e, se necessário, iniciar o tratamento.

O acompanhamento médico regular e a boa participação individual podem assegurar qualidade de vida normal a estes pacientes.

Enviado por : Dr. Arnaldo Contini Franco
 
Fonte : Dra.Ana Silvia Agonilha Marquezine, endocrinologista Publicado : 27/06/2008
Voltar
© 25/11/2007 - Paróquia São José / Diocese de Presidente Prudente SP - Fone (18) 3917 2500
Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Delorean Tecnologia em Sistemas de Informação
www.deloreantecnologia.com.br - Contato (18)3222 6348