Untitled Document Quinta-feira,   -  
 
Sete domingos em Honra a São José
 
5 º Domingo (1 e 2 de março)

Glorioso São José, quanto sofrestes para alimentar e servir o filho do Altíssimo, especialmente na fuga para o Egito. Grande, porém, foi vossa alegria, por terdes sempre convosco o próprio Deus e verdes cair por terra os ídolos egípcios.

DOR E SOFRIMENTO

Glorioso São José, quanto sofrestes para alimentar e servir o filho do Altíssimo, especialmente na fuga para o Egito.

ALEGRIA E JÚBILO

Grande, porém, foi vossa alegria, por terdes sempre convosco o próprio Deus e verdes cair por terra os ídolos egípcios.

FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA - Lucas 2,22.24

Quando completaram os dias para a purificação deles, segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém a fim de apresentá-lo ao Senhor, e para oferecer em sacrifício, como vem dito na Lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos.


FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA - Mateus 2,13-15

O Anjo do Senhor manifestou-se em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, toma o menino e a mãe e foge para o Egito. Fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o menino para o matar.” Ele se levantou, tomou o menino e a mãe, durante a noite, e partiu para o Egito. Ali ficou até a morte de Herodes, para que se cumprisse o que dissera o Senhor por meio do profeta (Oséias): “Do Egito chamei o meu filho” Os 11,1

Lucas 2,40

O menino crescia, tornava-se robusto, enchia-se de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

Mateus 2,19-21

Quando Herodes morreu, eis que o Anjo do Senhor manifestou-se em sonho a José, no Egito, e lhe disse: “Levanta-te, toma o menino e a mãe e vai para a terra de Israel, pois os que buscavam tirar a vida ao menino já morreram” Ele se levantou, tomou o menino e a mãe e entrou na terra de Israel.

ASPECTOS REFLEXIVOS

A oferta dos dois pombinhos revela que São José era pobre, pois essa era a oferta dos pobres segundo o Levítico 5,7. A ida para o Egito é uma forte referência ao êxodo do povo de Deus no Antigo Testamento (cf. Ex 14,1-31). Pobreza, dificuldades e sofrimentos são características próprias da vida do povo de Deus e não significam que Deus o tenha abandonado.

ASPECTOS REFLEXIVOS

Que alegria teve São José no convívio com o menino Jesus, vendo seu crescimento, sua sabedoria, sua unção. Que júbilo poder cuidar do Messias, participar da História da Salvação tão de perto. Quanto aos ídolos, desde o Antigo Testamento os profetas denunciavam sua falsidade (cf. Is 46,1-13) e São José, fiel à Palavra de Deus, vê na alegria a ação divina se realizando.

ATUALIZANDO:

Se não bastassem todas as dificuldades que temos para ganhar o pão nosso de cada dia, temos de enfrentar o consumismo inveterado de nossa sociedade atual, reforçado constantemente pela mídia e pela moda. É um grande sofrimento! São José certamente também sofreu para alimentar sua família e sustentá-la, com humildade e sobriedade e serve de exemplo para nós. Imaginar que a obesidade é hoje uma epidemia!!! Que tem gente que morre de tanto comer ou comer mal!!! Sejamos mais sóbrios e humildes. Muitas vezes é preciso fugir, como fez São José.

ATUALIZANDO:

Que alegria saber que Deus está sempre conosco! Em Jesus, a divindade assume a humanidade, como diz João: “O Verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14a). “Carne” significa que Deus assumiu nossa fraqueza, nossa mortalidade; assim, nos momentos de fraqueza, jamais pensar que Deus nos abandonou. São José viveu a alegria de ter a seu lado o “Emanuel, o Deus-Conosco” (cf. Mt 1,23) que continua ao nosso lado também hoje. Sigamos o exemplo de São José e vamos conviver bem de perto com Jesus por meio de uma oração mais constante e uma participação mais ativa em nossa comunidade.

Fonte: (José Eduardo Balikian)

Voltar
© 25/11/2007 - Paróquia São José / Diocese de Presidente Prudente SP - Fone (18) 3917 2500
Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido por Delorean Tecnologia em Sistemas de Informação
www.deloreantecnologia.com.br - Contato (18)3222 6348